Aviso interno de privacidade

1 OBJETIVO E CONSIDERAÇÕES INICIAIS

Quando você se torna um colaborador da CELUPA, são confiadas a nós inúmeras informações a seu respeito. Entendemos que isso é uma grande responsabilidade e dedicamos os melhores esforços para proteger essas informações e garantir a sua privacidade. 

Este Aviso Interno de Privacidade se destina a ajudar você a entender quais informações são coletadas, por qual motivo as coletamos, se as compartilhamos e com quem. Além disso, este aviso tem como objetivo informar os seus direitos relativos a essas informações e como exercê-los junto à CELUPA.

Em caso de dúvidas, fique à vontade para entrar em contato com nosso Encarregado por meio do privacidade@celupa.com.br.

2 QUAIS INFORMAÇÕES TRATAMOS?

 Tratamos os seus dados pessoais, em sua maioria, para viabilizar a execução do seu trabalho, oferecer benefícios e cumprir obrigações previstas em leis ou regulamentações específicas.

Esses dados podem ser:

  • Dados de qualificação: nome, sobrenome, foto 3x4, matrícula, sexo, data de nascimento, RG, RNE, CPF, CNH, estado civil, certidão de casamento ou declaração de união estável, título de eleitor, carteira de reservistas, dependentes legais e suas respectivas certidões de nascimento e dados cadastrais;
  • Dados de contato: endereço, comprovante de endereço, telefone corporativo e pessoal e e-mail;
  • Dados financeiros: dados bancários, salários e DIRF, informações financeiras escolares;
  • Dados profissionais: currículo, carta de referência, diplomas e outros certificados mencionados no CV, CTPS, PIS, CREA ou certificado equivalente, login de rede, cargo, data de contratação, departamento lotação, salário, renda mensal, PLR, adicionais salariais, frequência, programação de férias, jornada e grau de exposição ao risco, horário de passagem pelos Totems de controle (quando houver);
  • Dados sensíveis: Filiação sindical, Atestado de Saúde Ocupacional (ASO), atestados de afastamento, dados sobre doenças graves, raça e dados biométricos (reconhecimento facial), perfil comportamental, dados de utilização de plano de saúde, medição de temperatura e demais medidas de prevenção, acompanhamento e demais atividades relacionadas a doenças infectocontagiosas.

3 POR QUE PRECISAMOS DESSAS INFORMAÇÕES?

Suas informações podem ser tratadas para atingir diversos objetivos. Abaixo, estão as principais razões pelas quais precisamos de seus dados pessoais:

  1. Possibilitar que você faça o seu trabalho, tenha acesso aos benefícios oferecidos pela CELUPA e receba o pagamento da sua remuneração 

Para viabilizarmos o exercício das suas atividades de trabalho, fornecermos benefícios para você e seus familiares (plano de saúde e odontológico, seguro de vida, entre outros) e realizarmos o pagamento da sua remuneração, precisamos tratar os seus dados pessoais.

  1. Zelar pela sua segurança 

Poderemos tratar seus dados pessoais, incluindo dados pessoais sensíveis, para zelar pela sua segurança (e dos nossos demais colaboradores e terceiros), ao controlarmos o acesso às nossas dependências, bem como para evitar fraudes de identidade no acesso.

  1. Cumprir com as nossas obrigações legais e regulatórias

Seus dados pessoais poderão ser tratados por nós para satisfazer o cumprimento de obrigações impostas por lei, regulamentações de órgãos governamentais, por autoridades fiscais, pelo Poder Judiciário e/ou por qualquer outra autoridade competente.

Este tratamento, a depender da obrigação, poderá incluir seus dados de qualificação completa, documentos pessoais, dados bancários e/ou previdenciários, para, por exemplo, enviar os registros necessários ao e-social ou à Receita Federal para a emissão da Declaração de Imposto de Renda retido na Fonte.

  1. Permitir que nós exerçamos nossos direitos

Nós trataremos alguns de seus dados pessoais, inclusive após o término da relação contratual, para exercer os nossos direitos, caso tenhamos que comprovar quaisquer fatos relativos ao seu contrato de trabalho. Além disso, podemos tratar os seus dados para indicá-lo(a) como preposto ou testemunha em processos judiciais, administrativos ou arbitrais.

  1. Viabilizar atividades necessárias para a nossa operação

Nós poderemos tratar os seus dados pessoais, quando isso for necessário, para a continuidade de nossas operações, tais como, a realização de testes corretivos e evolutivos nos fluxos dos nossos sistemas, criação de usuários e senhas para permitir seu acesso aos nossos sistemas e realizarmos análises de integridade, conflitos de interesses e investigações internas, por exemplo.

Nestes casos, o tratamento somente ocorrerá se for estritamente necessário para o alcance dessas finalidades.

  1. Para zelar pela sua saúde e demais colaboradores e parceiros em cenários de pandemia ou possíveis transmissões de doenças infectocontagiosas

Nós estamos comprometidos em garantir um ambiente saudável e seguro para todos os nossos colaboradores e terceiros que frequentam os espaços da nossa Companhia. Para tanto, em cenários de pandemia, em que há alto risco de transmissão de doenças infectocontagiosas, poderemos utilizar, de forma excepcional, dados relacionados à saúde (medição de temperatura e relatório médico) e biometria (reconhecimento facial) para monitorar a situação de tais doenças, prevenindo o seu espalhamento no ambiente de trabalho, tudo isso de acordo com os protocolos emitidos pelas autoridades governamentais ou sanitárias e respeitando as legislações aplicáveis, para garantir um ambiente de trabalho seguro e com menos riscos aos nossos colaboradores ou terceiros.

Em casos assim, informaremos no local de coleta quais dados estão sendo monitorados e como será feito o tratamento dos dados pessoais pela Companhia. Os dados pessoais serão descartados tão logo encerrada a situação de pandemia ou após determinação ou autorização de autoridades governamentais ou sanitárias, considerando a possível manutenção dos dados em nossas bases para cumprimento de obrigações legais ou regulatórias relacionadas ao assunto.

Nós tratamos os seus dados pessoais apenas para as finalidades descritas neste aviso, para os propósitos informados a você no momento da coleta dessas informações e outras finalidades que sejam compatíveis com aquelas apresentadas no momento da coleta dos dados.

4 COMO COLETAMOS ESSAS INFORMAÇÕES

As informações que temos sobre você foram fornecidas no seu processo de admissão (entrega de documentos pessoais, currículos, preenchimento de formulários), bem como ao longo do seu vínculo empregatício (formalizados por mensagem eletrônica e/ou documentos corporativos), de modo a alimentarem os sistemas internos e externos da CELUPA.

Em cenários excepcionais, como em casos de pandemias ou emergências, poderemos coletar dados através de rotina de monitoramento ou checkpoints, conforme autorizado e determinado pela autoridade governamental ou sanitária competente. 

Também podemos receber esses dados de fontes externas, a exemplo de empresas parceiras na fase de recrutamento.

5 POR QUANTO TEMPO MANTEMOS ESSAS INFORMAÇÕES?

Armazenamos os seus dados, mesmo após o seu desligamento, para cumprir legislações ou regulamentações específicas e para resguardar os nossos direitos. Mantemos somente os dados necessários para estas finalidades. Quando a CELUPA não mais precisar desses dados, eles serão destruídos o mais rapidamente possível.

Utilizaremos meios técnicos para impedir a associação direta ou indireta entre os seus dados pessoais, armazenados conosco, e você. Se isto não for possível, nós asseguramos que os seus dados pessoais serão guardados de maneira segura, e isolados de qualquer outra atividade de tratamento até que possam ser descartados.

6 COMO É O COMPARTILHAMENTO DOS SEUS DADOS?

Nós compartilhamos os seus dados pessoais com órgãos governamentais, poder judiciário, consultorias e administradoras de benefícios, operadoras de saúde, instituições financeiras, parceiros de negócio, fornecedores de serviço e/ou infraestrutura, dentre outros. Você pode acessar as entidades com as quais compartilhamos os seus dados pessoais ao exercer seu direito de acesso previsto na legislação.

 Quando houver o compartilhamento dos seus dados, isso acontecerá para cumprir alguma finalidade específica, determinada e informada a você. 

Nós utilizamos de instrumentos contratuais e auditorias para assegurar que qualquer terceiro que receba os seus dados pessoais, garanta a eles a proteção adequada. Sempre que possível, as transferências para terceiros serão submetidas a acordos escritos definindo a clara obrigação de o terceiro garantir o mesmo nível de proteção aos dados pessoais que é garantido pela CELUPA.

7 COMO PROTEGEMOS OS SEUS DADOS? 

Temos políticas e procedimentos internos que determinam como os dados pessoais devem ser tratados na CELUPA. Essas normas internas têm como objetivo garantir o tratamento adequado e lícito dos dados.

 Além das medidas organizacionais e de governança, adotamos inúmeras medidas técnicas que garantem a segurança dos seus dados pessoais!

Como exemplo de algumas medidas que tomamos, estão:

  1. Controle de acesso à pastas e sistemas, evitando que pessoas não autorizadas tenham acesso a dados pessoais indevidamente.;
  2. Política para emprego de senhas fortes no acesso à sistemas e dados da CELUPA; e
  3. Realização de backups periódicos para assegurar a integralidade e disponibilidade dos dados pessoais tratados pela CELUPA.
  4. Revisão periódica dos acessos de colaboradores à sistemas da CELUPA;
  5. Política de segregação de função e monitoramento dos riscos de segregação de função e acessos críticos no sistema de ERP da CELUPA.

8 COMO EXERCER OS SEUS DIREITOS?

Você, nosso colaborador, tem os seguintes direitos, relativos aos seus dados pessoais: 

  1. Saber quais dados pessoais são tratados pela CELUPA;
  2. Saber com quem compartilhamos os seus dados;
  3. Corrigir, atualizar e/ou completar os seus dados;
  4. Requerer a anonimização, bloqueio ou eliminação de dados desnecessários, excessivos ou tratados de forma ilícita;
  5. Revogar o seu consentimento, quando os seus dados pessoais são tratados sob essa hipótese.

Além disso, você pode exercer qualquer outro direito conferido por lei. 

Para acessar, obter cópia, corrigir, atualizar e/ou completar os seus dados pessoais, bem como exercer quaisquer outros direitos, você deve enviar um e-mail para privacidade@celupa.com.br.

Em casos específicos, é possível que a sua requisição não seja atendida. Nestes casos, nós explicaremos os motivos que justificaram o não atendimento.

Requisições que envolvam dados pessoais e/ou documentos de outros titulares não serão atendidas, exceto mediante procuração, poder parental ou outra hipótese que autorize o exercício do direito de outro titular por você.

9 ATUALIZAÇÃO DESTE AVISO DE PRIVACIDADE

Este Aviso de Privacidade, direcionado exclusivamente a você e aos nossos demais colaboradores, poderá ser alterado a qualquer momento, para garantir o nosso compromisso de máxima transparência com você.

Neste caso, você será avisado quando houver mudanças e/ou atualizações por meio de mensagem eletrônica corporativa.

10 DÚVIDAS SOBRE ESTE DOCUMENTO

Caso tenha qualquer dúvida, sugestão ou solicitação que envolva este documento, entre em contato por meio do endereço de e-mail: privacidade@celupa.com.br. 

Nosso Encarregado pelo Tratamento de Dados Pessoais poderá responder, auxiliar no entendimento deste documento ou esclarecer quaisquer outras dúvidas relativas ao tratamento dos seus dados pessoais.